Páginas

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

O tempo passa, tudo passa, mas no peito o amor permanece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário