Páginas

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Não vou desistir

Quando eu era mais novo, eu falava que nunca ia me casar. Não sei porque, mas isso acabou ficando até um certo dia.
Eu nunca quis me apaixonar por ninguém. E sempre tive vontade de ter minha casa, mas sozinho. Sou difícil de me relacionar a dois.
Acontece, que quem traça meu destino, não sou eu. Porque eu luto pelos meus sonhos, mas a vida pode me levar pra outros caminhos nos quais eu nunca poderei imaginar.
E foi o que aconteceu. Eu te encontrei. E engraçado, que me apeguei rápido a você. E logo você, que mora tão longe.
E no final, deu isso tudo aqui.
Deu nesse amor gigante que tenho por você, deu em vários sonhos, em várias alegrias, sorrisos, momentos.
E mesmo que o destino não tenha te colocado em definitivo na minha vida, eu não desisti.
Porque é o amor que me move. É o amor por você. Porque enquanto houver chance, tem esperança. Aliás, enquanto meu coração bater por você, eu não vou desistir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário