Páginas

sábado, 24 de novembro de 2012

Mesmo que não seja lado a lado


Eu sei que não iremos voltar. Mas não porque eu não quero.
Sei que tenho motivos para não falar mais com você.
Mas então porque eu falo com você?
Porque eu gosto de você, porque gosto da sua companhia, gosto de estar com você. Gosto quando te faço bem, de te distrair, de te dar apoio.
Quando você arrumar um outro alguém, pode ser que eu me afaste, mas não por eu querer, mas por não querer te atrapalhar. Quando eu te conheci, logo no começo, falei que iria te fazer feliz. Então, eu tenho feito de tudo. Se não der certo, eu estarei ali, de braços abertos, a sua espera, para te dar colo e cuidar de você.
E faço isso tudo, porque eu amo você.
Você estando e sendo feliz, eu serei junto. Mesmo que não estejamos lado a lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário