Páginas

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Ninguém precisa entender

Nossas brincadeiras, nossos carinhos, nossos gestos, não precisa ninguém entender. Aliás, não quero que ninguém entenda. Afinal, no nosso mundo, nós somos a perfeição. E eu te amo por estar comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário