Páginas

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Diário de um certo alguém



Diário de um certo alguém.

Desde que sua tristeza apareceu, os dias tem sido frio, chuvosos e sem graça. E o tempo, como sempre, demorava a passar. Parecia que ele poderia dar a volta ao mundo e não se passariam mais do que 15 minutos.
Os dias se passam e por mais otimista que esteja, algo nele vai mudando. Ele queria encontrá-la, olhar nos olhos dela e se declarar, mais sabia que não adiantaria.
Ele só quer ser feliz e lutava por isso.
Resolveu escrever uma carta. Escreveu uma, duas, três vezes e nenhuma parecia ficar boa de verdade.
Resolveu então, escrever tudo que sente no papel, embolado. Ao acabar de escrever a lágrima corria pelo seu rosto e o sorriso dela, aparecia em sua mente.

"Hoje, não sei mais quem eu sou quando estou longe de você e às vezes é como se não o conhecesse. Os dias se passam cada vez mais rápido e quanto mais isso acontece, mas, aqui dentro de mim vai ficando vazio e precisando de algo.. Vazio? Não, somente no sentido de não o ter, por que esse amor que sinto por você é algo que vai além de qualquer coisa. Eu queria ter a certeza de que se um dia tudo acabar, eu conseguiria viver feliz novamente e te ver feliz, só que não vejo essa possibilidade de modo algum. Você na minha vida foi e é importante. O modo como eu cresci, aprendi e mudei é gigantesco. Nem todos entendem o que sinto e pra falar a verdade eu não quero que saibam, apenas você sabendo é o mais importante para mim. Sabe o que é sentir sua falta todos os dias? Ninguém imagina. Só eu sei. Todos os dias eu te quero aqui e só espero que isso aconteça o mais rápido possível."

Um comentário:

  1. Lindo texto doncarioca, parabéns.
    doncarioca estou te seguino, você gostatia de me seguir tambem? É bom sempre ter um blog amigo.

    ResponderExcluir